Quem quiser ver Cristiano Ronaldo em ação nos gramados da Itália não encontrará os jogos da Juventus na TV — nem aberta, nem fechada. O Campeonato Italiano será transmitido no Brasil apenas por streaming. Fãs de futebol precisarão assinar o serviço Serie A Pass. E o valor é mais salgado que uma macarronada cheia de queijo ralado: os preços são US$ 9 por mês ou US$ 60 por ano.

O pacote inclui todos os jogos das 38 rodadas da competição, replays das partidas, programação adicional e uma revista digital. É a única forma legal de ver o torneio na América Latina.

As últimas três temporadas foram televisionadas pela Fox Sports. Segundo a IMG Media, empresa detentora dos direitos de transmissão, a emissora não fez nenhuma proposta pela renovação.

A transmissão pela internet de eventos esportivos está se tornando cada vez mais comum. O Esporte Interativo, da Turner, deixou de ter canais nas TVs por assinatura, mas manteve o EI Plus, modelo de assinatura e streaming que inclui, entre outros torneios, todos os jogos da UEFA Champions League. O canal também tem acordos de transmissão com sete times brasileiros para 2019.

A ESPN também vem oferecendo sua programação pela internet. A emissora oferece o ESPN Play em parceria com o UOL, que dá acesso à sua plataforma de transmissões WatchESPN mesmo para quem não tem TV por assinatura. Ela também colocou seus canais no PlayPlus, plataforma de streaming da Record.

A Globosat também se movimentou nesse sentido. A empresa oferece o Premiere Play, com todos os jogos da primeira e da segunda divisões do Campeonato Brasileiro e diversos campeonatos estaduais, por streaming. A mensalidade custa R$ 80.

A transmissão de esportes pela internet vem atraindo, inclusive, outros players além dos tradicionais canais de TV. O Facebook vai transmitir jogos da competição europeia na página do Esporte Interativo também. Recentemente, a Amazon comprou os direitos de transmissão na Inglaterra da Premier League, primeira divisão do campeonato inglês de futebol, podendo exibir 20 jogos por temporada entre 2019 e 2022.

[Lance!, iG]

Imagem do topo: Juventus/Divulgação