Um cartucho lacrado de Super Mario 64 foi vendido por US$ 1,56 milhão (R$ 8,2 milhões na conversão direta) no último domingo (11), quebrando o recorde mundial do item de videogame mais caro leiloado da história. As informações são do site Heritage Auctions. Não se sabe quem comprou o cartucho, e a casa de leilões também não revelou a identidade do vendedor.

O recorde anterior era de outro cartucho da Nintendo — neste caso, de The Legend of Zelda, de 1986. O game foi vendido em perfeito estado na sexta-feira passada (9) por US$ 870 mil, o que dá em torno de R$ 4,5 milhões.

O Super Mario 64 foi lançado em 1996 para o Nintendo 64, e foi um enorme sucesso em meados dos anos 90. O jogo foi anunciado como a primeira aparição de Mario em 3D.

Imagem: Heritage Auctions

“Parece impossível exagerar a importância deste título — não apenas para a história de Mario e Nintendo, mas para os videogames como um todo”, disse Valarie McLeckie, especialista em videogames da Heritage Auctions, em um comunicado promovendo o leilão.

“Esta foi a estreia de Mario em um mundo 3D e foi o videogame mais popular vendido para o N64. Considerando isso e o fato de que há menos de cinco cartuchos no mundo preservados neste grau, de acordo com Wata, esta cópia é um verdadeiro prêmio para qualquer colecionador sério”, continuou McLeckie.

Assine a newsletter do Gizmodo

Antes de Zelda e Mario, o recorde mundial para o videogame mais caro já vendido foi uma cópia lacrada de Super Mario Bros. para o “Nintendinho”, de 1985. Essa cópia foi vendida por US$ 660 mil (R$3,42 milhões), depois de ser esquecido em uma gaveta por 35 anos.