Você sabe gravar um CD pirata? Não? Então veja o vídeo acima e aprenda com Carlos Massa, o Ratinho, que mostrou como se usa um “CD Wright” em 2001.

Em seu Programa do Ratinho do SBT, o apresentador separou um espaço para falar sobre algo que estava surgindo e que certamente daria muita dor de cabeça para as gravadoras – como ele mesmo previu durante o programa – que eram os gravadores de CD para PCs.

A gravação caseira de CDs parecia uma maravilha: você comprava um CD virgem que custava R$ 0,35, ou R$ 0,60 no máximo e podia copiar qualquer disco! Impressionante, não é? Em vez de gastar o absurdo que era cobrado pelos originais na época (eu realmente não lembro quanto era, mas acho que estava na casa dos R$ 20, ou R$ 25), você podia simplesmente copiar em pouco tempo um CD completo. E, em uma aula de legislação, Ratinho disse que não é crime se for gravado para dar de presente, e sim se você tentar vender para alguém.

Ele fez uma demonstração usando um disco original de Chitãozinho e Xororó (era o grande sucesso da dupla na época, julgando pela reação da plateia) e copiando para uma mídia virgem (com direito a piadinhas por conta do apresentador quando foi citada a palavra virgem). O software usado foi o Easy CD Creator 4, na sua versão para Windows 98, que fazia tudo sozinho. Uma maravilha! Ratinho até considerou mudar de ramo – pelo jeito ser apresentador de TV não dá tanto dinheiro quanto vender CD pirata. Depois de gravado o CD, foi feita uma comparação da qualidade – e, surpreendentemente, a cópia ficou idêntica ao original!

Ratinho percebeu que os CDs piratas representavam uma grande ameaça às gravadoras, e deu dicas a elas: ou baixavam radicalmente os preços dos discos, ou então poderiam falar com ele, que tinha outra ideia. Mas, com a preocupação social do apresentador, ele disse que só conversaria caso elas fizessem investimentos em saúde. Grande Ratinho!

Assista o vídeo completo. Vale a pena. Além de ser um programa na TV aberta ensinando a copiar CDs, também tem os sempre perspicazes e pertinentes comentários do Xaropinho, além da participação do agora vereador de São Paulo Marquito (PTB-SP). Uma pérola da TV brasileira. [Obrigado pela dica, Daniel Monteiro!)