Celular espaçonave faz todas as suas ligações serem um estouro

Saia da frente, G1, fora do meu caminho, iPhone, acho que encontrei o meu celular. Esta pequena pérola de aparelho de comunicação foi descoberta por mim e pelo Brian em uma lojinha de gadgets na Causeway Bay de Hong Kong. Ao lado do telefone estava escrito “Shenzhou VII”, o nome da terceira missão de vôo espacial humano da China. Ele queria comprar logo de cara, mas o dono da loja pediu o astronômico valor de 180 dólares pelo aparelhinho. “Aposto as estrelas que conseguimos encontrar mais barato na China”, prometi a ele enquanto ele devolvia o aparelho com relutância.

Saia da frente, G1, fora do meu caminho, iPhone, acho que encontrei o meu celular. Esta pequena pérola de aparelho de comunicação foi descoberta por mim e pelo Brian em uma lojinha de gadgets na Causeway Bay de Hong Kong. Ao lado do telefone estava escrito “Shenzhou VII”, o nome da terceira missão de vôo espacial humano da China. Ele queria comprar logo de cara, mas o dono da loja pediu o astronômico valor de 180 dólares pelo aparelhinho. “Aposto as estrelas que conseguimos encontrar mais barato na China”, prometi a ele enquanto ele devolvia o aparelho com relutância.

Sair da versão mobile