No que é ao mesmo tempo uma notícia fantástica para a HTC e para qualquer um que mantém o celular no bolso da camisa, um funcionário de um posto de gasolina na Flórida, nos Estados Unidos, teve a vida salva quando seu smartphone serviu como protetor de uma bala atirada em sua direção.

Na manhã de segunda-feira, às 4h45 do horário local em um subúrbio de Orlando, um homem entrou no posto de gasolina e mostrou ao balconista seu revolver, exigindo a abertura dos cofres. Quando o balconista não conseguiu abrir, o assaltante pediu a um segundo homem tentar (ele também não conseguiu). Decidido a fugir depois do fracasso, o suspeito atirou em direção a um dos balconistas quando saia pela porta.

O atendente, que certamente estava em choque, não percebeu que o celular havia interceptado a bala até ele tirar o aparelho do bolso da camisa. Acredito que poucas pessoas fiquem felizes ao ver um smartphone completamente destruído – mas, para ele, foi bem melhor isso do que perder a vida. [AP viaDigg]

ku-xlarge (5) ku-xlarge (6)