A Nokia mostrou recentemente o N9, seu novo smartphone rodando MeeGo. E ele é bem bacana, de verdade, tirando o fato de que o sistema já nasce morto. Mas caso você ainda esteja com dúvidas sobre os planos futuros da Nokia, o CEO da empresa, Stephen Elop, basicamente confirmou que o projeto será abandonado.

Em uma entrevista para o jornal finlandês Helsingin Sanomat, o chefão da Nokia e ex-executivo da Microsoft confirmou que, mesmo que o N9 seja um sucesso de vendas, as energias da empresa estarão focadas na tecnologia do Windows Phone. A empresa, que passa por momentos turbulentos, também estará focada na produção de software próprio para diferenciar seus aparelhos no mercado, algo que ele já dizia desde fevereiro.

O anúncio chega poucos dias após o lançamento do N9. Apesar de uma grande decepção no dia do evento, vários blogs que puderam passar algum tempo com o aparelho — como o Engadget — chegaram a conclusão de que o MeeGo é um sistema deveras interessante. Segundo várias opiniões, os apps básicos do MeeGo, como o e-mail, o calendário e o navegador, são muito bem feitos, e a ideia de um sistema que brilha nas funções essenciais de um smartphone é algo interessante — já que enfrentar as lojas de apps atuais seria suicídio total.

Apesar da surpresa com o MeeGo, nós acreditamos que o melhor caminho para a Nokia seja mesmo apostar no WP7 — um sistema que já impressionava antes e que agora com a atualização Mango tem grandes chances de alcançar um espaço maior no mercado. E a relação de mutualismo para as duas empresas pode significar a salvação da Nokia, antes que a plataforma pegue fogo de vez. E você? Queria mais aparelhos com aMeeGos ou acredita mais nos tijolinhos do WP7? [Helsingen Sanomat via Engadget]