O CEO do Twitter, Jack Dorsey, concedeu uma entrevista ao canal do humorista e comentarista Joe Rogan no YouTube. Ele comentou sobre como funcionaria o recurso de edição de tuítes na rede social. A função, que é desejada por muitos usuários, é controversa, uma vez que poderia se tornar mais uma forma de desinformar o público.

Para evitar esse problema, o executivo do Twitter pensa em sempre manter disponível a versão original acessível (como a visualização de comentários editados no Facebook, por exemplo) e permitir a edição dentro de um curto período após a publicação – entre 5 e 30 segundos.

Dessa forma, a função seria mais parecida com a possibilidade de cancelar o envio da mensagem, assim como acontece no Gmail. Essa janela de tempo poderia mudar de acordo com o contexto do tuíte, mas não ficou claro como seria feita essa leitura.

Dorsey não deu detalhes sobre a novidade, nem quando planeja disponibilizá-la. O pessoal do 9to5 Mac fez a transcrição do trecho em que o CEO do Twitter comenta a edição de tuítes:

Rogan: A possibilidade de editar, tipo quando você comete um erro de digitação ou algo assim. Mas também a possibilidade de as pessoas verem o original.

Dorsey: Estamos pensando exatamente nisso. O motivo pelo qual não temos a edição em primeiro lugar é que desenvolvemos com base no SMS, nos desenvolvemos sobre a mensagem de texto. Uma vez que você manda uma mensagem, você não pode cancelar. Então quando você envia um tuíte, ele vai para o mundo instantaneamente. Você não pode ter ele de volta para você.

Você poderia desenvolver algo de um jeito em que possamos ter um delay de cinco a 30 segundos no envio. E dentro dessa janela, você poderia editar. O problema de deixar a função disponível por mais tempo do que isso é que você tira a natureza em tempo real do fluxo de conversa.

Rogan: A clareza não é mais importante? Você ainda vai ter a possibilidade de se comunicar rapidamente.

Dorsey: Depende do contexto. Se você está no contexto de um jogo de NBA, você vai querer ser rápido e estar naquele momento. Você quer ser direto. Mas se você está em um contexto de considerar o que o presidente acabou de fazer ou escrevendo um comunicado em particular, então provavelmente você vai precisar de mais tempo. E podemos ser dinâmicos nisso.

Para celebrar a possibilidade da edição, não tem nada melhor do que a imagem abaixo:

Tuíte do jornalista Roberto Avallone: Retificando: o nome do jogdor é Palulo HENRIQUE Sanso e não Paulo Roberto Ga Ganso, como, por ato falho, saiu publicaso. Obrigado pela compreensão. ABS! (sic)

[9to5 Mac]