A Consumer Electronics Show, mais conhecida como CES, será um evento online em 2021 por causa da pandemia de COVID-19. A maior feira de eletrônicos do mundo costuma reunir milhares de jornalistas, curiosos e expositores para mostrar as novidades do ano e, pela primeira vez, será totalmente digital.

Na última edição, por exemplo, mais de 170 mil pessoas de vários lugares do mundo participaram do evento. Juntar milhares de pessoas em pavilhões de exposições não é seguro no contexto em que vivemos, mesmo que a organização decidisse limitar o número de participantes ou aumentar os espaços, conforme vinham planejando para a realização do evento em 2021.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa, a CTA, empresa que organiza a CES, disse que a edição de 2021 irá oferecer experiências personalizadas para eventos de mídia, exibição de produtos, palestras, conferências, além de oportunidades de encontros e networking.

O CEO da CTA, Gary Saphiro, disse em comunicado que “em meio à pandemia e às preocupações crescentes de saúde sobre a propagação de COVID-19, não será possível reunir com segurança dezenas de milhares de pessoas em Las Vegas no começo de janeiro de 2021 para se encontrar a fazer negócios pessoalmente. A tecnologia ajuda a todos a trabalhar, aprender e nos conectarmos durante a pandemia – e a inovação também nos ajudará a reimaginar a CES 2021 e reunir a comunidade de tecnologia em uma maneira significativa”.

Ainda não foram definidas datas específicas para a CES 2021, mas a garantia é de que teremos eventos online em janeiro, como é de costume para a feira. Resta saber se as novidades estarão mais frias do que o de costume, já que muitas companhias estão lidando com atrasos de lançamentos por causa da pandemia.