Os venezuelanos têm mais uma forma de falar bem de seu líder supremo: um celular socialista. No sábado estreou nas lojas o Vergatário* (quem entender castelhano, pode rir, por favor). Por aproximadamente R$ 30, o celular, com tecnologia e componentes made in venezuela china, é bem servido de recursos, como mp3 player e câmera. Obviamente, os 5 mil aparelhos colocados à venda inicialmente sumiram das prateleiras em menos de um dia.

Para fazer o vergatário tão barato, o governo chavista usa peças chinesas – via parceria com a ZTE – e fabricação, mão-de-obra e subsídio pesado venezuelanos. O plano depois é fazer outro aparelho, dessa vez em parceria com a Huawei. Chávez já pensa em dominar o mundo com seu verga (hihihi), que poderá ser exportado depois de servir ao mercado nacional. É a primeira vez que eu espero ansiosamente que algo feito por Chávez chegue ao Brasil.

O anúncio do aparelho foi feito no domingo. Chávez apareceu em uma espécie de comercial ligando para a mãe com seu novo aparelho. "Parabéns, Elena! Já chegou o Vergatário que lhe enviei? Essa é a primeira ligação que faço com o meu!". O imperador deu então um sorriso maroto. A mãe deve ter ficado chocada. No dicionário, "Vergatário" significa "grandioso" ou "monumental". Mas para o castelhano de baixo calão, a palavra "verga" significa isso mesmo. Verga. Pênis. Com preços baixos e nomes excitantes, Chávez mata a concorrência e mostra o Vergatário. Façam suas piadas nos comentários.

[Via Folha e Estadão]