A vida de Steve Jobs virou tema de dois filmes separados: Jobs, estrelado por Ashton Kutcher, que estreou no ano passado; e Steve Jobs, baseado na biografia oficial de Walter Isaacson. Nele, Christian Bale será mesmo o cofundador da Apple.

A escolha do ator circulava em rumores desde o início do ano, mas foi confirmada hoje à Bloomberg por Aaron Sorkin, que escreveu o roteiro do filme. Sorkin ganhou o Oscar de melhor roteiro pelo filme A Rede Social (2010), sobre a história do Facebook.

Christian Bale ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante pelo filme O Vencedor (2010), porém é mais conhecido por interpretar o protagonista de Psicopata Americano, e se tornou mundialmente famoso por viver Bruce Wayne na trilogia Batman.

Sorkin diz à Bloomberg que este será um papel desafiador para Bale:

O papel é extremamente difícil. Ele tem mais palavras para dizer neste filme do que a maioria das pessoas tem em três filmes somados. Não há uma cena ou enquadramento em que ele não esteja… ele vai arrasar.

Bale é um bom ator, e tem o equilíbrio perfeito entre um gênio e uma pessoa irritante para acertar na interpretação de Jobs. Mas quem fará o papel de Steve Wozniak? Sorkin não disse. Poderia ser Jonah Hill, talvez? (Isso se o Woz verdadeiro não está disponível, claro).

Steve Jobs terá uma estrutura curiosa. Em vez de seguir a vida inteira do criador da Apple, ele acompanhará em tempo real três grandes momentos da vida dele: Macintosh (em 1984), NeXT (em 1990) e iPod (em 2001). Serão três cenas de trinta minutos mostrando os bastidores de cada lançamento.

Danny Boyle está previsto para dirigir o filme; ele ganhou o Oscar de melhor direção por Quem Quer Ser um Milionário? (2008). As gravações começam nos próximos meses; ainda não há data prevista de estreia. [Bloomberg]

Imagem por Michael Hession