Se você quiser fazer um pedido para uma estrela cadente, a noite de hoje é uma boa oportunidade. A chuva de meteoros Perseida vai atingir o seu pico entre quarta-feira (12) e quinta-feira (13).

Todos os anos, a órbita da Terra ao redor do Sol nos leva através de uma nuvem de detritos rochosos e empoeirados deixados no rastro do cometa Swift-Tuttle. Quando essas partículas queimam ao entrar na nossa atmosfera, elas criam essas faixas de luz brilhante que chamamos de meteoros. O Swift-Tuttle em si não nos agracia com um sobrevoo desde 1992.



Demora cerca de um mês para a Terra atravessar a nuvem de detritos do cometa. A chuva de meteoros Perseida deste ano começou no dia 17 de julho, e vai durar até 24 de agosto. Mas entre hoje e amanhã, atravessaremos a área mais densa dos detritos do Swift-Tuttle, e isso significa mais meteoros queimando na nossa atmosfera. O show pode ser bastante intenso: previsões vão de um meteoro a cada poucos minutos a 100 meteoros por hora atravessando o céu durante a noite. Então se você for desses que gosta de fazer pedidos, prepare uma lista para a noite de hoje.

Em uma feliz coincidência, a noite de hoje também é de Lua nova – o que significa que o céu estará mais escuro, tornando os meteoros Perseida mais fáceis de se enxergar. Ainda assim você deve preferir um lugar escuro para assistir à chuva de meteoros, de preferência o mais longe possível das luzes da cidade.

Essa chuva pode ser vista com mais facilidade no hemisfério norte, mas isso não significa que será impossível ver algo aqui no hemisfério sul. No entanto, dependendo de qual for a sua localização no Brasil, a chance de ver um meteoro pode ser maior ou menor. Para as regiões Norte e Nordeste, o astrônomo Gabriel Hickel, da Universidade Federal de Itajubá (MG) estima que as taxas devem ficar entre 40 a 95 meteoros por hora. No Centro-Oeste e Sudeste, essa taxa deve ficar entre 10 e 30 meteoros por hora, e, no Sul do país, entre 7 e 15 meteoros por hora.

O melhor momento para vê-los é entre 3h e 6h da manhã – prepare-se para dormir tarde (ou acordar cedo) se quiser ter mais chances de ver algo.

[Space.com, EarthSky.org, Mensageiro Sideral]

Imagem de topo: Nick Ares via Wikimedia Commons

Colaborou: Daniel Junqueira