Confesso que passei um tempo da minha manhã navegando pelo Cifonauta, site com mais de 11.000 imagens e 260 vídeos de biologia marinha. Medusas brilhando no escuro, bolachas-do-mar se reproduzindo, e até células se dividindo – tinha esquecido como biologia pode ser incrível.

O Cifonauta foi criado pelo Centro de Biologia Marinha (Cebimar) da Universidade de São Paulo (USP) e é voltado tanto para pesquisadores como para o público em geral. Todos os animais, plantas e outros estão organizados em reino, filo, até chegar em gênero e espécie. O projeto foi criado pelos pesquisadores Álvaro Esteves Migotto e Bruno Vellutini, e foram necessários dois anos para o site ficar pronto.

Para capturar as milhares de fotos no Cifonauta, o Cebimar usa técnicas como acoplar câmeras digitais em microscópios óticos ou eletrônicos – o organismo pode ser minúsculo, que o microscópio aumenta a resolução em até mil vezes. O mesmo vale para os vídeos, integrados ao site através de HTML5 (ativando o Flash caso você use um navegador antigo). Há uma disputa de formatos de vídeo em HTML5 – H.264, WebM ou Ogg Theora? – então o Cifonauta disponibiliza seus vídeos nos três formatos. As imagens e vídeos estão disponíveis em Creative Commons, e o código-fonte do Cifonauta é aberto.

Qual é a imagem mais incrível que você descobriu no Cifonauta? Visite o site aqui: [Cifonauta via Agência FAPESP/Info]

Imagens por Cifonauta