A notícia das cinzas vulcânicas de ontem se tornou uma grande dor de cabeça para a indústria da aviação, com todos os aviões do Reino Unido no chão pelo menos até domingo. E pior ainda: um vulcão ainda maior pode estar para explodir.

Como eu disse ontem, o vulcão Eyjafjallajokull entrou em erupção pela segunda vez na terça-feira, e ele estava sob uma camada de 200m de gelo glacial, o que resultou em rios transbordando e uma grande quantidade de cinzas vulcânicas expelidas na atmosfera. Muito poucos aviões estão podendo chegar ou sair do Reino Unido, e o resto da Europa ocidental também foi afetada.

O Jalopnik US explicou o que acontece quando cinzas vulcânicas entram em um motor de avião ou nos sistemas de controle de voo — e o quão perigoso isso pode ser, com 90 aviões comerciais tendo sofrido danos decorrentes de cinzas apenas nos últimos 30 anos.

Agora experts estão dizendo que a erupção do Eyjafjallajokull pode engatilhar atividade no Mount Katla, um vulcão glacial próximo que é ainda maior e potencialmente mais perigoso. Ele não entra em erupção desde 1918, mas os "vulcanólogos" estão dizendo que ele está bem próximo de explodir o seu topo. Nós já podemos esperar que as cinzas pairem no ar pelas próximas semanas, mas se o Katla entrar na brincadeira, isso pode durar meses. Em 1973, outro vulcão na Islândia causou poeira em boa parte da Europa e se espalhou até perto dos EUA, e isso durou oito meses.

Pelo menos está rendendo ótimas fotos. [Metro and The Telegraph]