Basicamente, um meteoro passou pelo norte dos Estados Unidos e no Canadá na noite da última terça-feira (15). Segundo a Sociedade Americana de Meteoro, que ouviu pelo menos 200 incidentes reportados por moradores da região, houve um clarão tão forte em Detroit (Michigan) que parecia que por alguns segundos estavam em horário de verão.

As muitas vezes em que humanos quase foram mortos por meteoritos
O que aconteceria se um asteroide gigante atingisse o oceano?

A princípio, ninguém sabia ao certo do que se tratava. O Serviço Nacional de Temperatura, dos Estados Unidos, chegou a reportar que um objeto luminoso estava percorrendo o céu de Michigan, e que em seguida houve um barulho estrondoso.

O fato é que o Serviço Geológico dos Estados Unidos confirmou que um meteoro entrou na atmosfera na cidade de New Haven, em Michigan, e que ele registrou uma força equivalente a um terremoto de nível 2 na escala Richter.

Já a NASA informou ao The Detroit News que sua câmera captou o incidente por volta das 20h (horário local) e que ainda está analisando dados do meteoro. Por ora, a agência informou que este foi um evento raro. Estima-se que o meteoroide tenha 2 metros transversalmente, pesava mais de uma tonelada e viajou por mais de 65 km.

Um meteoro é uma pedra ou restos espaciais que entram na atmosfera do planeta. A luz emitida por ele é causada pelo impacto da entrada do objeto na atmosfera. São chamados de meteoritos os restos de meteoro que conseguem atingir o chão. A NASA ainda não sabe se há restos deste que causou um baita clarão na América do Norte.

Nas redes sociais, várias pessoas postaram fotos ou vídeos do incidente. Na maioria dos relatos, é mostrado o clarão repentino causado pelo meteoro:

My WiFi camera finally caught something cool #metrodetroitmeteor

A post shared by Chris Laine (@topherlaine) on

[The Verge, Gizmodo ES e Gizmodo US]

Imagem do topo: YouTube/Reprodução