Se você é fã de Studio Ghibli agora tem um motivo a mais para amar a Netflix. Em fevereiro, a plataforma de streaming vai disponibilizar 21 filmes do estúdio de animação japonês.

A Netflix fez um anúncio nesta segunda-feira, no Twitter, com um vídeo que apresenta os títulos que chegam no próximo mês. Com a grande base de fãs do Studio Ghibli no Brasil, o assunto logo chegou aos trending topics do Twitter.

O cronograma de lançamentos será o seguinte:

1º de fevereiro de 2020:

  • O Castelo no Céu (1986)
  • Meu Amigo Totoro (1988)
  • O Serviço de Entregas da Kiki (1989)
  • Memórias de Ontem (1991)
  • Porco Rosso: O Último Herói Romântico (1992)
  • Eu Posso Ouvir o Oceano (1993)
  • Contos de Terramar (2006)

1º de março de 2020:

  • Nausicaä do Vale do Vento (1984)
  • Princesa Mononoke (1997)
  • Meus Vizinhos
  • Os Yamadas (1999)
  • A Viagem de Chihiro (2001)
  • O Reino dos Gatos (2002)
  • O Mundo dos Pequeninos (2010)
  • O Conto da Princesa Kaguya (2013)

1º de abril de 2020:

  • Pom Poko: A Grande Batalha dos Guaxinins (1994)
  • Sussurros do Coração (1995)
  • O Castelo Animado (2004)
  • Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (2008)
  • Da Colina Kokuriko (2011)
  • Vidas ao Vento (2013)
  • As Memórias de Marnie (2014)

Segundo o Kotaku, a Netflix vai disponibilizar legendas para os filmes em 28 idiomas e versões dubladas em 20 línguas.

Um ponto interessante é que os títulos chegam em todos os países em que a plataforma está presente exceto na América do Norte e no Japão. No caso da América do Norte, a justificativa é que a HBO Max já detém os direitos de acesso ao catálogo, enquanto que no Japão o Studio Ghibli já tem seus próprios acordos.

Bom, com os fãs brasileiros, pelo menos, a Netflix acaba de ganhar muitos pontos. O Studio Ghibli ganhou muita visibilidade em 2001 com A Viagem de Chihiro, que ganhou o Oscar de Melhor Animação, mas o estúdio tem um catálogo muito mais extenso e rico. Em geral, é conhecido por seus roteiros mais profundos e traços mais realistas em comparação a outros animes mais populares.

Se você é uma das pessoas que sofreu com o anúncio da aposentadoria de Hayao Miyazaki, co-fundador do Studio Ghibli e a mente por trás da maioria dos filmes,  em 2013, esse é um ótimo momento para curtir e relembrar os clássicos de sua carreira.