Quatro ladrões entraram em uma Apple Store em Fresno, na Califórnia, em julho, e, desarmados e em menos de 30 segundos, apanharam mais de US$ 27 mil em iPhones e MacBooks distribuídos nas mesas de demonstração e saíram correndo. Já no último domingo (19), cinco suspeitos foram presos depois de tentar um assalto parecido em uma loja da Apple em Thousand Oaks. Segundo a emissora ABC 7, os investigadores estão tentando ligar esses indivíduos ao grupo que tem roubado Apple Stores na Califórnia.

• Apple encomenda série de ficção científica baseada em clássico de Isaac Asimov
• Hacker adolescente fã da Apple invade várias vezes rede de computadores seguros da empresa

O incidente mais recente aconteceu em uma Apple Store no Oaks Mall, na tarde de domingo. Três indivíduos vestindo moletons com capuz supostamente entraram na Apple Store e pegaram o equivalente a US$ 18 mil em iPhones e MacBooks. Mas os clientes da loja atacaram dois dos suspeitos antes que eles conseguissem sair com os dispositivos, segurando-os até que a polícia local chegasse.

Captura de tela: ABC 7 News

Um carro transportando três pessoas foi parado em uma cidade vizinha minutos depois do roubo em Thousand Oaks, segundo o canal ABC 7. A polícia disse ter encontrados iPhones roubados da Apple Store do Oaks Mall dentro do carro, além de outros dispositivos roubados de outra Apple Store, em Los Angeles. O roubo aconteceu apenas duas horas antes do incidente de Thousand Oaks, e outro assalto a uma Apple Store aconteceu em Costa Mesa algumas semanas depois do incidente de Fresno.

“Eles, na verdade, estão visando essas lojas da Apple por causa do que elas têm e porque existe uma rede para vender esses produtos no mercado secundário”, afirmou o capitão Garo Kuredjian, da polícia do Condado de Ventura, em entrevista à ABC 7.

Depois do roubo em Fresno em julho, o tenente da polícia local Rob Beckwith disse à emissora KGPE que testemunhas descreveram o roubo como “uma espécie de roubo à la aquisição”. Imagens de câmeras de segurança mostram outros clientes da loja simplesmente olhando, estupefatos, enquanto os suspeitos entram, pegam um monte de produtos e saem rapidamente. Ninguém se machucou, e a coisa toda aconteceu em segundos.

“Eles estavam passando pelas pessoas e simplesmente pegando as coisas”, Beckwith disse ao Fresno Bee.

Um crime aparentemente fácil, considerando o custo exorbitante dos novos produtos da Apple e o design profundamente confiável de suas lojas, que têm uma série de dispositivos novinhos em folha dispostos para que qualquer um chegue e mexa neles. Mas para fugir da cena do crime, você precisará passar pelos fãs da Apple.

Imagem do topo: Getty