Cidadãos japoneses (principalmente os idosos) gostam de guardar seu suado dinheirinho em suas próprias casas. E após o terremoto e o tsunami que devastou suas casas, dinheiro (e cofres cheios de dinheiro) estão aparecendo na costa das cidades destruídas.

Os cofres estão ressurgindo em toda a costa afetadas pelo tsunami, e a polícia está tentando encontrar seus donos — um problema único de um país onde muitas pessoas, principalmente os idosos, ainda guardam seu dinheiro em casa. Segundo estimativas, cerca de 350 bilhões de ienes não circulam em razão dos cofres caseiros.



E não estamos falando do equivalente a alguns milhares de reais debaixo do colchão. Trata-se de milhões guardados em cofres. E não estamos falando em poucos cofres. São centenas deles.

“Inicialmente nós colocamos todos os cofres na estação”, diz Noriyoshi Goto, do departamento de casos de finança da Polícia de Ofunato, que está cuidando dos itens achados e perdidos. “Mas haviam muitos, e nós tivemos que mudá-los de lugar”. Goto não soube especificar quantos cofres seu departamento já coletou, dizendo apenas que eram “várias centenas” que aumentam a cada dia.

De acordo com a AP, os funcionários começarão a abrir os cofres na tentativa de identificar seus donos, mas eles não sabem exatamente o que fazer com o dinheiro que surgirá das bolsas e envelopes. Não há nenhum modo de provar que tal cofre pertence a tal pessoa. Assim, todo o dinheiro não reclamado será entregue ao governo japonês em três meses. [AP, imagem via Daily Mail]