Nesta quarta-feira (10), o Guinness Book, principal autoridade em certificar recordes mundiais no planeta, reconheceu o bebê americano Curtis Means como o mais jovem prematuro a sobreviver.

O pequeno nasceu em julho de 2020, no Alabama, Estados Unidos, com apenas 21 semanas e um dia de gestação. Em julho de 2021, Curtis completou seu primeiro ano de vida — e está bem e saudável.

Segundo o Guinness e o Hospital da Universidade do Alabama em Birmingham, o bebê nasceu com apenas 420 gramas. Ele tinha uma irmã gêmea, que infelizmente não resistiu e morreu no dia seguinte ao parto.

Nas circunstâncias em que Curtis estava, as chances de sobrevivência eram pequenas — menos de 1%. Mas o pequeno mostrou ser mais forte do que todos esperavam e contornou os prognósticos médicos.

“Geralmente, aconselhamos cuidados paliativos apenas em situações de nascimentos tão prematuros como este, porque isso permite aos pais segurar os bebês e aproveitar aquele tempinho curto que terão juntos”, disse o médico Brian Sims, que fez o parto, à Associated Press.

Apesar da pouca probabilidade e da espera de um tempo curto, Curtis passou 275 dias no hospital. De tão frágil ficou, ficou três meses respirando com ajuda de aparelhos e teve que aprender a usar a boca e a comer.

“Ele começou a escrever sua própria história no dia em que nasceu. Essa história será lida e estudada por muitos e, espero, ajudará a melhorar o cuidado com bebês prematuros, mundo afora”, disse Sims.

Curtis — que tem três irmãos mais velhos — ainda precisa de oxigênio suplementar e um tubo de alimentação, mas os médicos dizem que ele está bem de saúde.

O Dr. Brian Sims, neonatologista da Universidade do Alabama em Birmingham que supervisionou o parto, disse ao Guinness World Records: “Eu faço isso há quase 20 anos, mas nunca vi um bebê tão jovem ser tão forte quanto ele. Curtis tinha algo especial”.

Assine a newsletter do Gizmodo

Curtis superou 24 horas do recorde anterior, que pertencia ao bebê americano Richard Hutchinson, que nasceu apenas um mês antes, com 21 semanas e dois dias.