"Jogos interativos com dispositivos co-localizados, ligados em rede e sensíveis a localização e direção" parece algo chato, mas a nova patente da Apple é tudo, menos chata. A tecnologia descrita usaria truques de realidade aumentada para abrir novas formas de jogatina portátil – armas de iPhone, por exemplo.

A ideia básica da patente é tirar proveito dos sensores de posicionamento do celular – giroscópio, acelerômetro e GPS – para transformar um dispositivo com iOS em um controle que conversa com outros controles. Imagine usar a câmera e tela de um iPhone para mirar em um amigo, e depois acertá-lo com um tiro transmitido sem fio. Cada celular neste jogo saberia a localização do outro, trocando dados de posicionamento constantemente. A patente da Apple também descreve acessórios para controle aprovados pela Apple, que permitiriam segurar o iPhone como uma arma ou um volante.

Isto é algo bastante radical para uma empresa que sempre restringiu seus jogos a tocar e deslizar os dedos na tela e balançar o celular – apesar de que sim, os jogos são muito bem-sucedidos. E esta nova patente sugere que a Apple quer tirar os jogos para iOS da privada e do assento do metrô, e dar espaço central a eles. Estamos ansiosos. [AppleInsider via TUAW]