Em busca de um sistema mais prático e inteligente para aplicar multas variadas, a prefeitura de São Paulo anunciou hoje o investimento de R$20 milhões no SGF, o Sistema de Gerenciamento de Fiscalização. Por meio de um aparelhinho, os fiscais poderão emitir multas e documentos em tempo real, diminuindo grande parte do processo burocrático.

O gadget, como podemos ver na foto acima na mão do prefeito Kassab, não é exatamente pequeno, mas promete milagres. O portátil terá conexão com a internet e dará detalhes de dados cadastrais, zoneamento etc. A ideia é que todos os fiscais tenham um, mas casos específicos como multas da lei da Cidade Limpa (de publicidade) e do Psiu (de silêncio) terão foco maior — aplicar multas instantaneamente por excesso de barulho de um estabelecimento deve causar algum impacto e passar uma sensação maior de punição.

O SGF foi desenvolvido pela própria prefeitura e deve chegar às mãos de 700 fiscais em novembro deste ano. Até lá, a prefeitura promete preparar um site detalhando todas as funções do aparelho. Tecnologia para diminuir burocracias: somos a favor, sempre. [IDG e Info; foto por: Luiz Guadagnoli/Secom]