Apesar de o governo dos Estados Unidos estar evitando se envolver diretamente na guerra entre a Ucrânia e a Rússia, empresas privadas americanas estão ajudando indiretamente o exército ucraniano. É o caso da Ford, que fabrica componentes utilizados nos veículos blindados que estão resistindo à invasão russa.

Um exemplo é o porta-tropas blindado “KrAZ Spartan”. Sob esses enormes e vitais veículos de resistência está um chassi americano Ford F-550 com um motor V8 Turbo-Diesel “Scorpion”. O motor da Ford produz 300 cavalos de potência.

O blindado é projetado no Canadá pela STREIT – multinacional com sede nos Emirados Árabes Unidos -, mas produzido pela ucraniana Kremenchutskyi Avtomobilnyi Zavod (ou simplesmente KrAZ). Esta fábrica de caminhões da Ucrânia foi construída em 1946, tornando-se uma empresa privada após a queda da União Soviética.

De acordo com a Kraz, o veículo é utilizado para transportar tropas em áreas altamente perigosas, comportando dois tripulantes e até seis passageiros. Ele pode resistir a ataques de todos os ângulos, incluindo disparos balísticos de fuzil NATO, de 7,62x51mm; além da explosão de duas granadas de mão de fragmentação DM51.

Além do Spartan padrão, o exército ucraniano está utilizando uma versão autônoma do veículo, operada remotamente por um tablet, luva inteligente ou uma estação de controle que está a 10 ou 50 km de distância. Ele é utilizado para transportar comida, combustível e remédios para as zonas de combate, além de resgatar tropas feridas.

Muito além da Ford

Segundo o site MotorBiscuit, os militares ucranianos também estão aproveitando veículos Humvee, desenvolvidos pela americana AM General – atualmente, General Motors (GM). Só em 2015, os EUA doaram 100 veículos do tipo para a Ucrânia, e, desde então, vem enviando novas remessas em diferentes configurações, como porta-tropas, ambulâncias, entre outros.

Em dezembro de 2020, os americanos também enviaram 84 barcos para a Marinha ucraniana e um carregamento com 20 Humvees para o Exército do país (tuíte abaixo). Ao todo, mais de 300 Humvees foram enviados para a Ucrânia, mas não se sabe quantos deles estão operando atualmente durante a guerra.