A câmera com projetor Nikon S1000pj é obviamente o resultado de algum sonho maluco de um engenheiro japonês, mas transformá-lo em realidade não foi um feito qualquer – exigiu que a Nikon projetasse e montasse um sistema de projetor completamente novo.

Um grande problema era o calor gerado pelo projetor, cujo módulo foi desenhado em formato de L para caber dentro do aparelho. Eles tiveram que mover o sensor de imagem CCD para uma parte diferente da câmera, de modo a isolá-lo do calor, além de pensa rem um amaneira para focar a luz dispersa emitida pelo LED do projetor. O resultado é que a câmera não queima as suas mãos, embora tenha projetor dentro dela (que é surpreendentemente brilhante pelo que vi outro dia). [TechOn via About Projectors via Engadget]