Enquanto a obrigatoriedade do “passaporte da vacina” ainda é alvo de debate governamental, alguns estabelecimentos – públicos e privados – já estão exigindo que os visitantes apresentem na entrada um comprovante de vacinação contra a Covid.

O problema é que os cartões de papel entregues pelos postos de saúde são um pouco grandes para caber na maioria das carteiras e bolsos. Além disso, eles são fáceis de estragar, rasgar ou perder.

Felizmente, existem maneiras de digitalizar o comprovante, tornando-o acessível por meio de smartphones.

O método mais fácil

A maneira mais rápida e prática de manter o certificado acessível no bolso é fotografar a carteira de vacinação e armazená-la no smartphone. Dessa forma, você pode simplesmente deixá-lo no seu dispositivo e acessá-lo sempre que precisar.

Para facilitar a localização da imagem, a recomendação é salvar a foto em um app de anotações, como o “Notas”, disponível em aparelhos iOS, ou “Google Keep”, no Android.

Esses aplicativos permitem adicionar a fotografia do cartão em notas com títulos pesquisáveis, como “carteira de vacinação” ou “comprovante da vacina”. Além disso, é possível organizar as notas ao incluir tags, como “documentos”, por exemplo.

Obtendo o Certificado Nacional de Vacinação

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, disponibilizou o “Certificado Nacional de Vacinação COVID-19”, um documento que comprova a imunização contra a doença do novo coronavírus.

Esse comprovante traz o nome do vacinado, incluindo filiação, data de nascimento, CPF, sexo e nacionalidade. O documento apresenta informações sobre a vacina administrada, bem como a data e local da aplicação. Um QR-Code também é disponibilizado para confirmar a autenticidade do certificado.

O acesso ao comprovante pode ser feito por meio do aplicativo gratuito “Conecte SUS Cidadão”, disponível para sistemas Android e iOS.

Ao baixar o app, o usuário precisa fazer um cadastro rápido ou utilizar as credenciais do portal de serviços GovBR, oferecido pelo Governo Federal.

O comprovante das doses administradas é disponibilizado no ícone da vacina do aplicativo.

O certificado pode ser consultado pelo próprio aplicativo ou exportado para um arquivo PDF, podendo ser salvo em alguma pasta ou aplicativo do celular.

Por enquanto, ainda não existe uma norma internacional, mas, além do Brasil, alguns países também estão aceitando o certificado brasileiro como comprovante de vacinação contra a Covid.