Astrofísicos da Universidade de Zurique (Suíça), trabalhando com astrônomos da Universidade da Califórnia – Santa Cruz (EUA), criaram a primeira simulação realista do mundo para a formação da Via Láctea. É incrível como toda esta perfeição coordenada de hoje surgiu de uma completa bagunça.

O vídeo, que sucede o anúncio original do estudo, começa há menos de um milhão de anos depois do Big Bang. Simulações anteriores resultaram em formas que não eram exatamente como nossa galáxia. Esta aqui, criada por dois supercomputadores da NASA e do Centro Nacional Suíço de Supercomputação, resultou em uma boa correspondência com a Via Láctea real.

Os resultados dos cálculos foram publicados no Astrophysical Journal, e dão apoio à teoria de que forças gravitacionais de matéria escura foram essenciais na formação do universo. Esta teoria diz que a matéria que forma estrelas e sistemas planetários surgiu por causa da influência de poços gravitacionais de matéria escura – matéria cuja principal característica é só interagir gravitacionalmente, sem emitir luz ou outra radiação eletromagnética.

O cientista Lucio Meyer, da Universidade de Zurique, tem uma boa explicação de como eles criaram o modelo, e as implicações para pesquisas futuras, no vídeo a seguir. [YouTube via La Información via Fogonazos]