O Smithsonian é uma grande fã de escaneamento e impressão 3D já tem um tempo, mas agora decidiu usar os lasers para preservar toda a sua coleção para as futuras gerações.

Vince Rossi e Adam Metallo lideram o projeto, e uma equipe vai trabalhar com uma lista prioritária de 14 milhões de objetos – de artworks a amostras de laboratório – que serão escaneados nos próximos anos e disponibilizados online. O vídeo acima mostra como a equipe fez para capturar uma cópia digital do barco Philadelphia de 1776 – a embarcação de combate mais antiga dos Estados Unidos. [Engagdet]