Há milhares de anos, uma minoria de antigos egípcios fizeram com que a maioria trabalhasse na construção de algumas das mais antigas estruturas criadas pelo homem. E parece que desde então discutimos como eles fizeram isso. Água? Trabalho animal? Mágica? Uma equipe de pesquisadores acredita ter encontrado a melhor explicação até agora.

Em um artigo científico chamado How they (should have) built the pyramids, destacado pelo blog Physics arXiv, três físicos da Universidade do Estado de Indiana explicaram como eles chegaram a um método brilhante para mover pedras enormes e pesadas. Você nunca pensaria que os blocos cúbicos de pedra recém-cortados e pesando muitas toneladas poderiam ser roláveis.

>>> Cientistas descobrem como os egípcios moveram pedras gigantes para formar as pirâmides

Mas e se esses blocos não tivessem quatro lados? E se, ao prender três bastões de madeira em cada uma das faces, você transformasse eles em um dodecágono, facilitando muito na hora de rolá-los pela superfície?

Divulgação

A equipe explica:

Rolar um prisma de quatro lados não é nada eficiente, mas adicionar bastões de madeira na superfície pode efetivamente aumentar o número de lados. A equipe pode então puxar uma corda enrolada ao redor e passar por cima do bloco. Nesta configuração, o atrito estático age na direção do movimento desejado, em vez do movimento oposto.

Tão simples quanto esperto, e a equipe testou em um modelo em escala para provar. Não há evidência arqueológica alguma que sugira que esse método de fato foi usado. Mas é definitivamente mais plausível que muitas explicações ventiladas ao longo dos tempos.

De certa forma, faz mais sentido. Recentemente, outro artigo científico explicou como as pedras destinadas para as pirâmides se moviam pela areia, com a ajuda de pontes capilares criadas por água colocada em frente a um trenó. Mas, como o Physics ArXiv destaca, algumas pirâmides estavam bem distantes de fontes de água. Esse método novo explicaria como essas áreas receberam seus blocos.

Infelizmente, provavelmente nunca saberemos com certeza como as pirâmides foram construídas. Mas, de certa forma, é esse debate sem fim sobre como que faz tudo ser tão divertido. [Physics arXiv Blog]

Imagem de topo: Dudarev Mikhail