As autoridades russas esta semana caíram em cima de Igor A. Gusev, um "suspeito rei do spam":

As autoridades policiais de Moscou disseram que Sr. Gusev, 31, era uma figura central nas operações da SpamIt.com, que pagava os spammers para promover farmacêuticos online, algumas vezes de forma lasciva. O SpamIt.com subitamente encerrou as suas operações em 27 de Setembro. Com menos incentivo financeiro para enviar os seus junk mails, os spammers cortaram as suas atividades em 50 bilhões de mensagens estimadas por dia.

Gusev e o SpamIt.com vinham operando em Moscou por vários anos, até que a Rússia decidiu aplicar a sua autoridade. Apesar de ainda haver 200 bilhões de emails indesejados sendo disparados todos os dias, cortar um quinto desse número é um belo de um começo. [NY Times]