Sabe aquela garota que você ficou fitando com o canto do olho no metrô? Ela poderia muito bem ter correspondido a ação se você estivesse lendo um livro real, e não um maldito livro no celular ou no Kindle.

“Eu não consigo mais abordar um homem bonito durante o caminho para o trabalho perguntando sobre seu livro, porque eu não vejo mais livros”, diz a dramaturga Lisa Lewis, de Park Slope, no artigo da seção Complaint Box, no New York Times. “Eu tinha um bom xaveco inicial, e os e-readers acabaram com ele”. Leve essa dica para casa e para todos os ônibus e metrôs que você pega, na expectativa que a paixão de sua vida o aborde por aí: compre um livro de papel. Se você tiver a opção de um sebo por perto, o livro fica mais barato do que uma versão digital e super descolada.

Que? Livros físicos são pesados? Ótimo, você aproveita e faz uns exercícios diários.

[Foto via Gubatron/Flickr]

Republicado de htttp://gawker.com