Patinação artística no gelo? Pfff. A atração principal das Olimpíadas de Inverno será uma instalação que permitirá aos presentes no evento controlarem as luzes nas Cataratas do Niágara com a mente. Isso aí: telecinese agora é pra todo mundo.

Claro, uma ideia assim tão fantástica requer algumas concessões. A instalação Bright Ideas (Ideias Brilhantes) pela InteraXon, empresa canadense baseada em Toronto, não permite que você decida qual cor a luz deve assumir, nem a intensidade do brilho, e não tem como saber que você está pensando, "Luzes, eu vos comando!". Em vez disso:

O headset usado nesta instalação mede a produção de eletricidade do cérebro, e reage a ondas alfa, associadas a relaxamento, e ondas beta, associadas à concentração. À medida que os usuários relaxam ou se concentram em seus pensamentos, o computador envia uma mensagem pela internet para o site no qual eles estão vendo. O software personalizado da InteraXon conecta os pensamentos dos usuários aos controles de luz para mudar a exibição [de luzes] no ponto turístico.

Então, basicamente, se você estiver no evento e usando o headset especial, basta pensar bem forte sobre qualquer coisa para conseguir controlar um festival de luzes a milhares de quilômetros de distância. Além das Cataratas do Niágara, haverá festival de luzes na CN Tower, em Toronto, e no Parlamento canadense, em Ottawa.

Ah, e quem for às Olimpíadas em Vancouver (Canadá), de 12 a 28 de fevereiro, não têm com o que se preocupar: com certeza o headset não está gravando suas ondas cerebrais para, no futuro, manipular seus pensamentos de alguma forma. É o que eu penso, pelo menos. [InteraXon]