Fiquei perplexo agora. Como pode fracassar um aparelho que serve para escrever e fazer ligações para outras pessoas – pessoas que poderiam estar escrevendo com seus canetafones quando eu ligasse para elas? Não consigo entender.

E apesar disso, caros leitores, foi exatamente isto que aconteceu com o Siemens PenPhone, assim como quatro outros anjos caídos do mundo móvel. Um minuto de silêncio, por favor, para estas cinco peças defuntas de tecnologia da comunicação, todas levadas por misercórdia antes da hora.

Siemens PenPhone

O PenPhone era exatamente isto: um celular que reconhecia escrita e a transformava em SMS. Ele nunca saiu da fase de conceito, o que me permite ter a esperança de um dia vê-lo à luz do dia e na minha mão.

Nokia 7700

Cancelado em 2004, esta foi a primeira tentativa da Nokia em fazer um celular touchscreen. Ele já tinha Bluetooth, entrada para expansão de memória e parecia um N-Gage! Então claro que ele não deu certo.

Samsung F520

O primeiro de três Samsungs na lista, o F520 era um slider com dupla personalidade. Foi um dos primeiros aparelhos com touchscreen da empresa, mas não teve o sucesso dos futuros celulares da empresa.

Samsung Watchphone

Ah, o celular de pulso. Desde os dias do Dick Tracy, estamos esperando por este tipo de dispositivo de comunicação. Infelizmente, o preço de US$900 era caro demais e muito limitado para o público em geral, e vamos ter que esperar um pouco mais.

Samsung T700

Credo. Feito para se assemelhar a um estojo de maquiagem, este celular era voltado a mulheres, mas errou feio.

Nós temos uma lista de 50 gadgets terríveis da década passada – então com certeza há mais celulares desastrosos, como o N-Gage, o Motorola Rokr E1 e o mouse-celular da Sony. E você, quais outros celulares você gostaria de esquecer? [Unplugged]