O Shell Prelude é uma estrutura flutuante gigantesca criada para extrair gás natural que esteja abaixo do fundo do oceano. É difícil descrevê-lo porque ele é muito maior do que qualquer outra estrutura flutuante já criada por humanos – o que também dificulta fotografá-lo.

>>> O navio mais largo do mundo é tão grande que pode levantar plataformas de petróleo no mar

Em um artigo na New York Times Magazine, o fotógrafo Stephen Mallon conseguiu capturar o Prelude por completo, graças a um guindaste que ele usou para tirar mais de 1.000 fotos da estrutura. As fotos foram reunidas no Photosynth abaixo:

Com 448 m de comprimento, o Prelude é o maior navio do mundo? Não exatamente. Como explica a BBC, ele “não pode ser rigorosamente descrito como um navio porque precisa ser rebocado para seu destino, em vez de viajar por meios próprios”. Ele é chamado de plataforma FLNG (flutuante de gás natural liquefeito), responsável por extrair e liquefazer o gás natural que fica abaixo do oceano.

O Prelude ainda não está pronto: a estrutura de US$ 12 bilhões está em construção em um estaleiro da Samsung Heavy Industries. Seu casco foi testado no fim do ano passado, e flutuou nas águas da Coreia do Sul:

Quando estiver finalizado, o Prelude usará mais aço do que o World Trade Center, e pesará mais de 600.000 toneladas. A Shell prevê que ele começará suas operações a partir de 2017.

Esta não é a única plataforma FLNG sendo construída no mundo – há pelo menos 30 outros projetos semelhantes, segundo o Wall Street Journal – mas nenhuma é tão grande quanto o Prelude. Isso pode mudar em breve, no entanto: a Shell diz que quer construir uma estrutura ainda maior que ele.

Confira mais fotos do Prelude no link a seguir: [The New York Times Magazine]

Imagem inicial: AP Photo/Shell International