Os OLEDs, com toda a sua grandeza em potencial, têm um trabalho danado para produzir a luz azul necessária para gerar imagens animais (luzes vermelhas, verdes e azuis deixam as TVs felizes!). As luzes vermelha e verde funcionam numa boa, mas a azul continua um tanto difícil. É aí que entram os sul-coreanos.

A descoberta foi trabalho do professor de química Jin Sung-Ho da Universidade Nacional de Pusan, que disse que a descoberta foi importante para melhorar a eficiência energética dos OLEDs. Para os amantes de gadgets, esta é mais uma peça do quebra-cabeça que, quando estiver completo, significará que lindas e potentes TVs OLED serão a norma nos lares por todo o mundo. [AFP]