O empresário australiano Craig Wright publicou um post no qual afirma ser Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin.

Wright compartilhou estas alegações com três meios de comunicação – BBC, The Economist e GQ – junto a demonstrações técnicas destinadas a provar que ele desenvolveu os conceitos nos quais se baseiam o Bitcoin. A BBC afirma que ele “apresentou provas técnicas para apoiar sua alegação usando moedas conhecidas por pertencerem ao criador do Bitcoin”.



>>> Tudo sobre o Bitcoin: a história, os usos e a política por trás da moeda digital
>>> Este australiano diz que ele e o amigo inventaram o Bitcoin

No ano passado, o Gizmodo recebeu um conjunto de documentos que ligam o desenvolvimento da moeda digital a Craig Steven Wright, que na época morava em Sydney (Austrália). Dave Kleiman, um especialista americano em computação forense que faleceu em 2013, também parecia profundamente envolvido na criação do Bitcoin, embora seu papel não esteja claro com base nos documentos que o Gizmodo recebeu e em nossa investigação.

Wright publicou uma explicação em seu blog pessoal, fazendo referência a uma citação do filósofo Jean-Paul Sartre ao recusar o prêmio Nobel de literatura: “Se eu assinar Jean-Paul Sartre, não é a mesma coisa que assinar Jean-Paul Sartre, ganhador do Prêmio Nobel. Nenhum escritor deve deixar-se transformar em instituição.”

Ele diz:

[D]epois de muitos anos, e tendo passado pelos altos e baixos da vida nesses anos, eu acho que finalmente compreendi o que [Sartre] queria dizer. Se eu assinar Craig Wright, não é a mesma coisa que assinar Craig Wright, Satoshi…

Desde os primeiros dias, depois de me distanciar da pessoa pública que foi Satoshi, eu me dediquei de corpo e alma às pesquisas. Eu estive em silêncio, mas não estive ausente. Estive envolvido com um grupo excepcional e estamos ansiosos para compartilhar o nosso trabalho notável quando ele estiver pronto.

Satoshi está morto.

Mas este é apenas o começo.

No ano passado, o inventor do Bitcoin foi indicado para a edição 2016 do Prêmio de Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel – não é oficialmente um Prêmio Nobel, pois não é dado pela Fundação Nobel, mas a importância é praticamente a mesma. O vencedor será anunciado em outubro, e ganhará US$ 1 milhão.

Dúvidas

Após o Gizmodo e a Wired publicarem reportagens sobre Wright no ano passado, ele rapidamente removeu grande parte de sua presença online. A polícia o procurou, alegando que isso fazia parte de uma investigação do Australian Taxation Office (ATO), órgão responsável por impostos na Austrália.

Em janeiro, autoridades diziam que Wright “não é o criador do Bitcoin e que ele inventou essa história para criar uma distração para seus problemas fiscais”. No entanto, pessoas intimamente envolvidas com o Bitcoin, incluindo o criptógrafo Hal Finney e o economista Jon Matonis, disseram à BBC que acreditam que as afirmações de Wright estão corretas.

A Economist dá a notícia com um pouco mais de cautela. Depois de analisar documentos e entrevistar Wright, ela explica que ele “poderia muito bem ser o Sr. Nakamoto, mas questões importantes permanecem. Na verdade, talvez nunca seja possível concluir sem sombra de dúvidas que ele realmente criou o Bitcoin”.

No passado, tentativas de revelar o criador do Bitcoin não tiveram sucesso. O New York Times, Fast Company e a New Yorker tentaram e falharam antes. A maior trapalhada foi da Newsweek, que afirmou em 2014 que Dorian Nakamoto era o homem por trás da criptomoeda – não era, embora o seu nome de batismo seja Satoshi Nakamoto.

Documentos que ligam Wright ao Bitcoin, juntamente a uma admissão pública de seu alter ego e uma demonstração da prova técnica, certamente parecem ser a evidência mais convincente até agora sobre a verdadeira identidade de Satoshi Nakamoto. Falando à BBC, Wright explicou por que ele decidiu se revelar:

“Eu não fiz isso porque é o que eu queria. Não é por causa da minha escolha… Eu realmente não quero ser o rosto público de nada… eu preferia não fazer isto. Eu quero trabalhar, quero continuar fazendo o que eu quero fazer. Eu não quero dinheiro. Eu não quero fama. Eu não quero adoração. Eu só quero que me deixem em paz.”

Curiosamente, ele se recusou a dizer à Economist o motivo de usar o nome “Satoshi”, explicando que “algumas coisas devem permanecer em segredo”. Mesmo que Wright definitivamente seja o pai do Bitcoin, há algumas coisas que talvez nunca vamos saber.

[Craig WrightBBC – The Economist]

Foto por antana/Flickr