A sonda Crew Dragon, da SpaceX, mergulhou com segurança no Golfo do México pouco antes das 14h (horário de Brasília), marcando a conclusão bem-sucedida da primeira viagem de astronautas à órbita por uma empresa privada e do primeiro desembarque na água da NASA em 45 anos. Você pode conferir um clipe do momento histórico em um tuíte da SpaceX abaixo:

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley estavam com boa saúde logo após o pouso, segundo o New York Times. Hurley pediu aos controladores de missão da SpaceX que dissessem aos profissionais de saúde em espera que “estamos muito bem até agora”, imediatamente após a queda da cápsula.

Os dois estavam a bordo da espaçonave — chamada Dragon Endeavour — desde a noite de sábado (1º), quando ela desembarcou da Estação Espacial Internacional e manobrou com uma série de ativações de um propulsor. Um pouco depois, a sonda liberou a metade inferior, conhecida como tronco, para revelar um escudo térmico para proteger a cápsula e sua tripulação quando eles entrassem novamente em órbita. Um paraquedas drogue foi desenvolvido para ser utilizado a uma altitude de 18 mil pés (5,4 km), seguido por quatro paraquedas branco e laranja para funcionarem a 6.000 pés (1,8 km).

Logo após a queda, dois barcos da SpaceX foram de encontro à cápsula, que estava a cerca de 5 km do local projetado para recuperar os paraquedas e preparar a cápsula para ser puxada por um barco maior. Por volta das 15h, a cápsula foi aberta após ser içada a bordo da embarcação Go Navigator. Na sequência Behnken e Hurley deram efusivos sinais de jóia triunfantes enquanto saíam com a assistência da equipe de recuperação da NASA.

Sequência de imagens mostra cápsula Crew Dragons sendo recuperada no mar pela embarcação Go Navigator. Crédito: NASASequência de imagens mostra cápsula Crew Dragons sendo recuperada no mar pela embarcação Go Navigator. Crédito: NASA

As preocupações com o clima deixaram a SpaceX e a NASA um pouco nervosas. Mais especificamente, havia a previsão de que o furacão Isaías se aproximasse aproximar da costa leste da Flórida em algum momento deste fim de semana. A NASA esperava que a cápsula chegasse perto da costa oeste da Flórida, onde os meteorologistas previam águas mais calmas, segundo a CNN. A previsão se mostrou verdadeira quando a sonda Crew Dragon caiu no mar perto de Pensacola a um ritmo de 24 km/h.

Os astronautas ficaram 63 dias em órbita após o lançamento do foguete Falcon 9 no Kennedy Space Center da NASA, na Flórida, no fim de maio, marcando o primeiro lançamento feito em solo americano em quase uma década desde que a NASA encerrou o programa de ônibus espaciais em 2011. O sucesso desta missão — que foi considerada uma espécie de voo de teste — abre o caminho para a NASA certificar oficialmente o Crew Dragon, da Space X, como um ônibus espacial com classificação