Shannon Johnson, de 34 anos, foi presa após informar à polícia a razão de não ter visto que seu filho de um ano se afogava na banheira, há poucos meses: ela estava ocupada jogando no Facebook e o deixou no banho sem supervisão.

De acordo com o depoimento de prisão do incidente, Johnson estava no Facebook jogando um jogo chamado Cafe World, além de estar vendo o mural do site e subindo um vídeo nele, enquanto o filho de um ano estava na banheira. Aparentemente ela só checou como a criança estava uma vez, durante um banho de 10 minutos. Ela justificou a falta de supervisão dizendo que sentia que “seu filho era independente de forma prematura, e simplesmente queria ficar sozinha”.

Quando percebeu que o banheiro estava muito silencioso, Johnson correu para ver seu filho e o encontrou “deitado de lado, com o rosto submerso”. Ela o levou imediatamente ao hospital mais próximo, onde ele foi declarado morto.

Johnson deve enfrentar pesados processos por abuso da criança, resultando em morte por negligência. [Switched]