Em meio a um aumento contínuo no uso das criptomoedas, a moeda digital Ether atingiu novos recordes nesta segunda-feira (3), tornando-se uma das mais caras em circulação. O token baseado em blockchain agora vale cerca de US$ 3,2 mil (R$ 17,4 mil na conversão direta), tornando sua capitalização mais alta do que o Bank of America, o Paypal e a Nestlé.

Na semana passada, o valor alcançou US$ 2,5 mil (R$ 13,6 mil). A nova avaliação também fez do criador do Ether, o programador russo-canadense Vitalik Buterin, o mais jovem cripto bilionário do mundo. Aos 19 anos, Buterin ajudou a criar a blockchain Ethereum e atua como gerente da moeda baseada em blockchain desde 2013.

A Ether, que é a segunda maior criptomoeda depois da Bitcoin, teve um aumento meteórico em seu valor no ano passado. Há cerca de doze meses, a moeda era negociada a US$ 210 (R$ 1.140). Desde o começo de 2021, o preço quadruplicou. E as coisas não devem parar por aí, já que alguns analistas apostam que a moeda pode chegar a US$ 5 mil (R$ 27 mil) até o final desta semana.

O aumento expressivo do uso da moeda se deve em parte ao papel de Ethereum no lançamento dos tokens não-fungíveis — os chamados NFT —, que têm feito bastante sucesso na internet desde o início deste ano. Investidores, alguns qualificados, mas muitos não qualificados, migraram para a plataforma Ethereum nos últimos meses para participar da compra e venda de tokens de arte digital, gerando bilhões de dólares.

Assine a newsletter do Gizmodo

Ao mesmo tempo, os Estados Unidos também passam um aumento no investimento em criptoativos, mesmo com as autoridades em todo o mundo tentando reprimir sua proliferação. O valor combinado da indústria de criptoativos agora é de US$ 2,3 trilhões (R$ 12,5 trilhões), mais de “US$ 100 bilhões a mais do que o valor de mercado da Apple”, relata o Independent.

A Bitcoin ainda representa a maior parcela do mercado por uma margem significativa, embora alguns analistas financeiros interpretem os ganhos recentes da Ether como um exemplo de como a indústria financeira descentralizada pode se tornar mais presente em um futuro próximo.