Falta de equipamentos, ou de apetrechos tecnológicos, não são os maiores empecilhos para a prática regular de exercícios. O nome desse vilão é motivação. Você pode assinar um contrato na academia mais badalada ou melhor equipada e ter os acessórios mais modernos do mercado; se não estiver no clima, ou receber algum estímulo para arregaçar as mangas e praticar algum esporte, nada disso adiantará.
É por isso que a tecnologia, paralelamente ao acompanhamento e a análise do nosso desempenho, trabalha bastante no psicológico dos atletas amadores.
Há apps que transformam esse universo em jogos, outros que distribuem medalhas e conquistas, sem falar nos computadores vestíveis, já populares através das várias pulseiras, como Nike Fuelband e Jawbone Up, que apareceram nos últimos anos nos EUA.
Dessa categoria de apps e acessórios, o Lift, app até o momento exclusivo para o iPhone, é um dos mais curiosos.