Usando conhecimento misterioso mas já conhecido sobre cura por sucção e um desentupidor de pia de 3 dólares, que eu juro que comprei para meu amigo usar no apartamento novo dele, a estudante de pós-graduação do MIT Danielle Zurovcik pode ter inventado algo especial.

Então, a pressão negativa (sucção) tem sido conhecida por acelerar a cura de feridas por décadas, e na verdade já existem máquinas que fazem isso no mercado hoje. Só que esses dispositivos são caros, e por isso ficam fora do alcance de países em desenvolvimento.

Existem versões portáteis, mas elas são caras demais, e custam cerca de 100 dólares para alugar por um só dia. Pior, a bateria deles precisa ser recarregada a cada seis horas. Isto não é ideal, como você pode perceber nesta foto de carregadores de celular no Haiti de alguns meses atrás.

O esquema com o êmbolo desentupidor de pia, no entanto, é extremamente barato, eficiente e não precisa de energia para funcionar, por isso pode ficar ativo por dias se necessário. O tratamento por sucção não requer mudanças constantes de ataduras, e pode ficar ativa por dias para que não haja vazamentos.

O êmbolo já foi utilizado em zonas de desastre, inclusive o Haiti, onde pacientes e médicos adoraram a novidade. O próximo passo? Produção em massa e uma versão ainda mais portátil, de bolso, que pode ser usada por pacientes enquanto eles se locomovem. [MIT via Boing Boing]