Se instalar uma ROM alternativa transformará seu Android em um novo monstrinho, por que não arriscar alguns hacks e momentos de emoção durante a instalação? E, claro, o ideal é ir atrás da ROM considerada a mais estável, criada desde os primórdios do Android e que atualmente desperta interesse até das fabricantes de smartphones. Nesse cenário, o CyanogenMod atingiu recentemente a marca de meio milhão de usuários.

O CyanogenMod foi criado pelo hacker Cyanogen, que desde o início do Android trabalha em versões customizadas e que aumentam a performance dos aparelhos. Com a popularização do Android e as centenas de opções de aparelho, ele criou uma comunidade de desenvolvedores que trabalham com dezenas de smartphones e publicam suas criações em portais como o XDA Developers. Para usuários que não querem depender de atualizações do Android das fabricantes e querem também diminuir parte dos pequenos erros e incongruências do sistema, o CyanogenMod é uma das melhores soluções — ele consegue transformar um celular antigo em um completo e novo brinquedo.

As fabricantes de celulares, que antes torciam o nariz para a solução e tentavam impedir o acesso ao root dos aparelhos, começam a bajular hackers do Android. Pudera: como elas não atualizam os aparelhos com a frequência que os usuários acreditam ser aceitável, uma das possíveis saída para o problema será incentivar o usuário a buscar ROMs customizadas. Para completar, são dois coelhos de uma vez: diversas fabricantes já argumentaram que é caro atualizar o Android (principalmente para adaptá-lo às versões modificadas pelas empresas, como o Sense ou o Motoblur). Os desenvolvedores costumam fazer isso pelo interesse na comunidade do Android.

Dois aparelhos da Motorla (Defy e Milestone 1) e três da HTC (Desire, Evo 4G e Nexus One) figuram entre os cinco mais modificados. A marca do CyanogenMod é importante: meio milhão de usuários mostra como as ROMs têm força no formato aberto do Android. Mas também levanta dúvidas: se o usuário depende de modificações feitas na unha, como um leigo resolve o problema? E, caso as fabricantes realmente incentivem a instalação de ROMs, isso será melhor ou pior para o usuário? Você aí, brasileiro com Android que usa o CyanogenMod, opine. E você, que usa o ShadowMOD, também pode opinar falando como a solução nacional é dez. [CMStats via Android Central; foto por Jim Merithew/Wired]