A sonda Dawn, da NASA, capturou imagens incríveis do planeta anão Ceres, incluindo a cratera Occator e seus pontos brilhantes. Estas são as fotos mais detalhadas que temos de lá até o momento.

• Alguma coisa estranha está fazendo as crateras do planeta anão Ceres desaparecerem
• Os pontos brilhantes no planeta-anão Ceres são mais misteriosos do que se pensava

Durante a última órbita da sonda – a quinta desde que chegou ao Ceres em 2015 – ela ficou a apenas 1.480 km do planeta anão. Além da proximidade, a posição do sol e o ângulo em que estava ajudaram a capturar as imagens. As fotos oferecem uma nova perspectiva de Ceres e da estranha geologia responsável por suas características únicas.

Uma das áreas mais brilhantes de Ceres está na cratera Occator, um buraco que tem 92 quilômetros de extensão e 4 quilômetros de profundidade. Os astrônomos acreditam que o material brilhoso contido no centro da cratera seja composto por sais que foram deixados por alguma forma de água salgada vindas de um oceano subterrâneo. Essa água teria congelada e depois sublimada – ou seja, passado diretamente do estado sólido para vapor. Um impacto de um asteroide pode ter desencadeado afloramento do líquido.

Clique aqui para ver as imagens em tamanho ampliado.

Os cientistas da NASA também liberaram uma foto colorida que reproduz a forma com que os olhos humanos veriam o planeta anão. Com a ajuda do Centro Aeroespacial Alemão, a equipe da Dawn capturou imagens da primeira órbita da sonda em 2015 e calculou a forma que Ceres reflete diferentes comprimentos de onda de luz. Não é uma imagem com cores reais, mas é bem próximo de como nossos olhos o enxergariam.

A partir de agora, a Dawn irá realizar sua sexta órbita em Ceres, que atingirá altitude de mais de 7.200 quilômetros. Nesta fase, a sonda irá refinar dados que foram coletados anteriormente, principalmente os que estão relacionados com a superfície.

[NASA]