Hoje, se você quiser ouvir música por streaming na internet, tem algumas opções no Brasil: Oi Rdio, Terra Sonora e Grooveshark, por exemplo. Agora eles ganham mais um concorrente.

O Deezer é um serviço de streaming que existe há anos, mas que só recentemente (re)começou sua expansão internacional. Ele já está presente em quase todos os países da América Latina – mas faltava o Brasil.

Ele traz as 20 milhões de faixas também oferecidas pelo serviço em outros 160 países, através de acordos com grandes gravadoras (algo diferente do Grooveshark). E, ao contrário do Oi Rdio, você não precisa necessariamente pagar para usá-lo todo mês – no entanto, o acesso nesse caso é limitado.

São três opções: o Discovery é gratuito, mas oferece apenas duas horas de música por mês. O Premium custa R$8,90 mensais e oferece música ilimitada no computador. O Premium+, por sua vez, custa R$14,90 por mês e também oferece música no smartphone ou tablet, inclusive para acesso offline. O Deezer tem apps para iOS, Android e Windows Phone.

Promocionalmente, você poderá usar o Deezer por seis meses na web sem pagar nada, e com tempo ilimitado de música. No primeiro mês, o acesso via smartphone também será gratuito.

O Deezer prometeu estrear no Brasil em janeiro… do ano passado. Por que a demora? O francês Mathieu Le Roux, que comanda a sede latino-americana, explica que eles preferiram abrir escritório local no Brasil para uma operação mais ampla. E de fato, o catálogo já inclui vários artistas brasileiros, entre Zé Ramalho, Caetano Veloso, Titãs e Gusttavo Lima.

Testaremos o serviço com mais calma, e teremos aqui nosso hands-on em breve. Mas, de cara, parece que temos mais uma boa opção para streaming de música no Brasil. [Deezer via Veja]