O laboratório Namiki no Japão é conhecido por seus braços robóticos e sistemas de alta velocidade que podem se mover e reagir mais rápido que um ser humano. Essa é a parte legal. A parte ruim (e assustadora) é que os pesquisadores são japoneses, então eles decidiram que ensinar as criações a lutar com espadas seria uma boa ideia. Será que eles nunca viram Exterminador do Futuro para saber como isso acaba?

[youtube v1xhjEpI4kI 740 416]

Usando um par de câmeras de alta velocidade, que dá ao braço visão estéreo, o robô pode reconhecer a posição e o movimento do oponente humano, além da espada dele. Assim que o humano inicia o ataque, a máquina usa uma série de algoritmos customizados para calcular as possíveis trajetórias da espada do oponente e então planeja um movimento de defesa que seja efetivo para que o robô se proteja usando a própria espada.

Como você pode ver no vídeo, o braço é muito, muito habilidoso em se defender dos ataques humanos. O que significa que um dia os robôs usurpadores não precisarão nem de armas de fogo para nos eliminar, porque eles serão samurais. Parece excelente, só que não. [Namiki Laboratory via IEEE Spectrum]