Desde meados de 2005, a Microsoft vinha fechando o cerco daqueles que preferiam a versão pirata do Office, usando o sistema Office Genuine Advantage, o OGA, para chamar a atenção do usuário. Na mesma época, as atualizações do Office começaram a requerer senhas de ativação e a estrelinha de “seu software pode não ser original” virou febre mundial.

Mas pelo jeito a ação um tanto intrusiva surtiu efeito. O programa está sendo descontinuado por ter atingido seus objetivos. E eu realmente imagino a estrelinha assustando muitas famílias que correram para comprar versões originais. Por enquanto, a estrelinha do Windows continuará firme e forte, o que nos faz lembrar de um grande clássico do atendimento por telefone brasileiro: a mulher que só queria tirar a estrelinha de seu computador:

[youtube _FTfwnu6PD0]

[via IDG]