Logo após ser posto à venda na sexta-feira, o iMac apareceu em um blog japonês não muito conhecido, que trouxe à tona alguns detalhes sobre o interior do novo iMac. Agora, o iFixit fez isso de uma maneira muito mais completa — e descobriu bastante coisa. Como já era de se esperar, a espessura mínima tem um preço, e ele envolve muita cola.

Mas, claro, não para por aí. Veja aqui os principais pontos do novo produto da Apple:

  • Ao contrário do iMac anterior, tela é fixada com mais que imãs: ela é colada no resto do equipamento. Ou seja, para montar de novo, é necessário remover e substituir o adesivo original, o que deve dar um grande trabalho para as assistências técnicas.
  • Para economizar espaço, a Apple optou por fundir o vidro ao LCD, o que significa que, caso um deles quebre, você terá que trocar os dois.
  • O LCD é o mesmo da versão anterior: modelo LM215WF3, da LG. Como, então, ele é menor? O iFixit acredita que a Apple deu um jeito de montá-lo de um jeito que ocupasse menos espaço.
  • O interior desse iMac não lembra em nada o modelo anterior. A Apple foi, pouco a pouco, dando um jeito de ganhar espaço e diminuir o tamanho.
  • Uma das substituições desse tipo foi trocar o HD tradicional para desktops, de 3,5″, para um feito para laptops, de 2,5″. Assim, os designers ganharam um belo terreno para mudar as coisas de lugar.
  • Nada de múltiplas ventoinhas pequenas: agora, é apenas uma que faz o serviço de manter a temperatura dentro do iMac. Ela puxa ar fresco da parte de baixo e solta o ar quente pela saída de ar traseira.
  • O novo iMac vem não com um, mas com dois microfones. A tecnologia, importada dos celulares, ajuda a filtrar ruídos de fundo nas ligações. Isso deve ajudar a qualidade das ligações usando o FaceTime. Além disso, os microfones são independentes da webcam, o que ajuda na hora de consertar.
  • Os alto-falantes podem parecer simples, mas removê-los é uma tarefa para quem tem nervos de aço. Sem qualquer motivo, a Apple colocou uma farpa na parte de baixo que deixa mais difícil que o necessário retirá-los do lugar.
  • A nova memória RAM pode ser substituída pelo usuário. Se você conseguir descolar a tela e remover a placa lógica, claro.
  • Bluetooth e Wi-Fi agora estão integrados numa mesma placa.
  • Para juntar as peças, a Apple adotou o processo de soldagem por fricção-agitação, que antes era quase exclusivo a áreas como as construções naval e a aeroespacial.



O iFixit deu nota 3 de 10 (sendo 10 o mais fácil possível de consertar) para o iMac de 21,5″. Você pode ver mais fotos no link a seguir. [iFixit]