O iPad 2 foi lançado nesta sexta, e claro que ele já foi desmontado pela iFixit. Agora a gente entende melhor como a Apple conseguiu deixá-lo tão fino: colando a parte frontal, em vez de aparafusar, por exemplo. Por isso, abrir o iPad 2 é bem difícil: todo cuidado é pouco para não quebrar a tela!

Para abrir o iPad 2, são necessários uma pistola de ar quente (para derreter a cola), um pé-de-cabra pequeno de plástico, e uma chave de fenda para vários tipos de parafuso. Quando você desmonta as mil peças do novo tablet da Apple, dá pra ver como eles fizeram tanta coisa caber num corpo de apenas 8,3mm, mais fino que o iPhone 4.

Há poucos destaques aqui: o alto-falante é mono (não estéreo), ao contrário dos tablets recentes com Android como o Motorola Xoom; o painel frontal é unida ao corpo de alumínio com cola (talvez por isso estejam acontecendo problemas de vazamento de luz); e a bateria ocupa boa parte do espaço interno.

E o pessoal da iFixit abriu a Smart Cover do iPad 2 para ver como ela funciona. O segredo por trás da magia da Smart Cover? 31 ímãs. Vinte e um ficam na própria capa, e dez ficam no iPad 2. E parece que eles são bem fortes: quando esta foto foi tirada, os ímas saltavam para se unir. E eu pensando que aparelhos eletrônicos tinham que ficar longe de ímãs… [iFixit e iFixit]