O diretor do FBI James Comey acabou de divulgar novos detalhes do ataque de hackers à Sony em uma conferência de segurança cibernética da Universidade de Fordham, em Nova Iorque. “Várias vezes, eles foram desleixados”, disse à platéia. Em termos mais técnicos, os hackers deixaram à mostra endereços IP que eles “utilizam exclusivamente.” De fato, bem desleixados.

Uma das maiores questões que Comey abordou tem a ver com os muitos especialistas em segurança que continuam dizendo que não faz sentido culpar a Coreia do Norte pelo ataque. Há sinais que sugerem o envolvimento norte-coreano, mas deles são pouco conclusivos, dizem muitos especialistas em segurança. Bruce Schneier, por exemplo, escreveu sobre o assunto em sua coluna na The Atlantic. “Seja lá como você entenda, este tipo de evidência é circunstancial, na melhor das hipóteses”, disse Schneier há algumas semanas. “É fácil de falsificar, e é ainda mais fácil de interpretar isso errado.”

Para os céticos, Comey simplesmente disse que “eles não têm as informações que eu tenho.”

As afirmações de Comey vieram à tona no Twitter, à medida que ele falava. Entramos em contato com o FBI para checar as informações, mas a assessoria de imprensa não foi capaz de autenticar as declarações específicas de Comey, já que muitas vezes ele fala “de maneira informal”. Para confirmação, o FBI nos disse para checar o Twitter. Foi o que fizemos.

Lorenzo Franceschi, do Mashable: “Aparentemente, esta é a evidência que o FBI tem: os hackers da Sony cometeram erros ao esconder suas pegadas e deixaram à mostra IPs “usados exclusivamente” pela Coreia do Norte”

Andy Greenberg, da Wired: “Comey, diretor do FBI, falando em Fordham: hackers norte-coreanos que atacaram a Sony falharam no uso de proxies em várias ocasiões, revelando IP ‘usados exclusivamente'”

E Eamon Javers, da CNBC: “Diretor do FBI Comey, ‘Achei muito muito importante que nós, como governo, disséssemos que sabemos quem hackeou a Sony, e foram norte-coreanos.'”

E, por fim, o próprio FBI: “Falando sobre o ataque hacker à #Sony, o diretor do FBI Comey: Não é certeza que eu tenho. Eu tenho é muita certeza que foi a Coreia do Norte.”