Robôs já assumiram diversos trabalhos que até então só eram feitos por humanos. Mas quando se trata de empreendimentos mais criativos, como as artes, nós de carne e osso ainda temos uma vantagem considerável. Por quanto tempo? Ninguém pode dizer. Contudo, pesquisadores da Disney criaram um sistema que permite que artistas humanos ensinem as máquinas como esculpir argila usando ferramentas que imitam vários estilos artísticos.

A maioria dos humanos brinca com esculturas quando são crianças, mas usar suas mãos para modelar argila está muito longe dos processos que os escultores profissionais utilizam para fazer suas criações. Existem muitas ferramentas especiais em jogo, e cada escultor desenvolve um estilo próprio de como usar essas ferramentas.

Foi pensando nessas técnicas únicas que os pesquisadores da Disney Research e ETH Zürich, em Zurique, na Suíça, projetaram e construíram um escultor robótico chamado RobotSculptor. Ele pode não ter as mãos talentosas de um Michelangelo, mas isso não significa que a máquina não seja capaz de transformar um pedaço de argila em uma obra-prima com potencial.

Na forma atual, o RobotSculptor carece de qualquer tipo de criatividade. Em vez disso, ele usa um braço robótico de seis eixos com uma pinça de escultura personalizada na extremidade, que por sua vez é controlada por um sistema de software que permite carregar primeiro um modelo 3D que o robô irá recriar em argila. Em seguida, o sistema define a aparência da escultura final e como o robô irá criá-la – isso inclui os movimentos da pinça e quais técnicas de escultura serão usadas. Por fim, o software processa o modelo 3D e seus parâmetros definidos para reproduzir com precisão a escultura desejada.

Além de tirar o trabalho dos escultores, há algumas aplicações práticas em potencial da tecnologia. A prototipagem rápida está lentamente sendo assumida pela impressão 3D e ferramentas semelhantes, mas muitas empresas ainda devem começar com uma escultura de argila de um determinado objeto para ter uma ideia de como ele será na vida real. A vantagem de um robô é que ele pode automatizar esse processo.

O RobotSculptor até poderia ser usado para criar cópias de esculturas famosas, ou mesmo novas obras. Desde que um artista humano seja talentoso o suficiente com software de modelagem 3D, uma vez que as máquinas ainda não são totalmente independentes.