Existem muitas maneiras de ajudar o próximo, todas elas importantíssimas, mas meu salário não rende se tentar ajudar todas ao mesmo tempo. Então eu vou ajudando como posso, aos pouquinhos: um agasalho um dia, alguns quilos de alimento no outro, ou doando o meu tempo para ajudar em alguma ação social. E a partir de agora, acho que vou sempre andar preparada para ajudar em outra causa importantíssima: A dos funkeiros sem headphone.

Na verdade, não é um problema restrito só a um gênero musical, qualquer pessoa escutando música no celular em lugares públicos sem usar fones de ouvido – principalmente quem insiste em botar o volume no máximo – pode ser apenas uma pessoa carente, precisando desse item essencial para não só garantir a qualidade de vida dos outros ao seu redor, mas para que ela própria possa apreciar em detalhes todo o grave do pancadão.

É esse problema que campanha do Facebook Doe um fone a um funkeiro quer resolver. Doar um headphone além de trazer mais tranquilidade para todos, ainda faz com que aquela pilha de headphones que você ganhou da TAM ou de um celular velho possa enfim receber um destino digno.

Aquela pessoa tão odiada por todos no ônibus ainda pode ter salvação. Ou pelo menos quanto às atitudes em público. Quanto ao gosto musical… Talvez a próxima campanha seja “doe um pen-drive com bons MP3”.

UPDATE: Como alguns comentaristas notaram, a “campanha” começou como um post do sempre bom Sensacionalista em abril. Mas a ideia era tão boa que o grupo do Facebook aparentemente vai torná-la realidade. Eu participarei.

[Doe um fone a um funkeiro]