Há dois anos, a DJI nos mostrava o Mavic Air: um pequeno drone que poderia ser colocado em um bolso (bem grande). Agora, a companhia está de volta com o Mavic Air 2. O tamanho é similar, mas ele ficou mais pesado e também mais inteligente.

Mantendo o design de outros drones da linha Mavic, que se dobram facilmente, o Mavic Air 2 introduz o novo Sistema Avançado de Assistência de Pilotagem 3.0, que deve ser capaz de reconhecer melhor os objetos próximos para fazer desvios. Esse sistema não só previne batidas, mas combinado com o sistema de georeferenciamento da DJI, o drone deve automaticamente evitar locais sensíveis como aeroportos e bases militares.

Além de tudo isso, o Mavic Air 2 também conta com a tecnologia Air Sense da DJI, que trabalha com o protocolo de Vigilância–Transmissão Automática Dependente da FAA (Administração Federal de Aviação dos EUA) para retransmitir sinais de aeronaves próximas para garantir que o drone não cause colisões.

DJI Mavic Air 2Foto: DJI

Dito isto, as inteligências do Mavic Air 2 não se restringem aos itens de segurança. A companhia também incluiu uma série de novos e aprimorados modos de gravação para ajudar você a capturar as melhores imagens possíveis. O Active Track 3.0 apresenta um novo algoritmo de trajeto de vôo que facilita o acompanhamento do drone por um objeto escolhido, evitando obstáculos, além de travar de volta ao objeto sempre que as linhas de visão do drone ficarem bloqueadas.

Há ainda o modo Ponto de Interesse 3.0, que usa informações pré-programadas para ajudar você a definir rotas de vôo automatizadas em torno de pontos de referência e locais famosos.

O que deve ser a melhoria mais útil é que o novo modo Spotlight 2.0, que a DJI está trazendo de seus drones Inspire. Essa função é capaz de travar em um objeto específico para que você possa se concentrar em tarefas mais importantes como realmente pilotar o drone e compor a sua filmagem.

Com um suporte para smartphone, o novo controlador do Mavic Air 2 deve ser mais fácil e mais intuitivo de usaCom um suporte para smartphone, o novo controlador do Mavic Air 2 deve ser mais fácil e mais intuitivo de usar. Foto: DJI

O Mavic Air 2 também vem com um sensor maior de 1/2 polegada com suporte para fotografia de 12 megapixels e 48 megapixels, imagens em HDR (estáticas ou vídeos), slow motion de até 240 fps a 1080p, e gravação 4K a 60 fps com uma taxa de bits de 120 Mbps – item inédito para os drones Mavic.

O Mavic Air 2 tem 140 gramas mais pesado que seu antecessor, pesando agora 570 gramas. Porém, seu tempo de vôo ganhou um impulso de 34 minutos com uma única carga. E com um novo alcance de 10 quilômetros que inclui uma transmissão de vídeo Full HD graças ao Ocusync 3.0 da DJI, o Mavic Air 2 deve estar mais bem equipado para aproveitar esse tempo de vôo mais longo sem perder a conectividade.

Outra mudança importante, ainda que seja pequena, é que a DJI também redesenhou o controlador do Mavic Air 2 para que seu smartphone (que você usa como visor) fique em cima, em vez de ficar pendurado, como na versão anterior. Combinado com o aplicativo Fly, a nova configuração do controle do Mavic Air 2 deve ser mais intuitiva e fácil de usar também.

Câmera do DJI Mavic Air 2Foto: DJI

O Mavic Air 2 está disponível para pré-venda nos EUA a partir desta segunda-feira (27). O envio deve ser realizado em meados de maio. O Mavic Air 2 estará disponível em dois kits diferentes: o kit padrão de US$ 800 que inclui o drone, controlador, bateria e todos os fios e cabos necessários, ou o kit Fly More de US$ 1.000 que tem ainda uma bolsa, filtros ND, hub de carga e um total de três baterias.