Não há como negar que os acessórios para produtos da Apple são caros. Mas em vez de assumir que preço significa qualidade, Ken Sheriff decidiu desmontar um carregador do iPhone – e o que ele encontrou justifica um preço maior, mas nem tanto.

Ken publicou uma análise completa do desmonte no site dele. Para vocês que gostam de todos os detalhes técnicos (e leem em inglês), o texto sobre placas de circuito, isolamento e a qualidade do transformador é uma leitura bem interessante.

Mas para quem só quer saber por que o carregador é tão caro, Ken resume:

O adaptador da Apple é claramente uma fonte de energia de alta qualidade criada para produzir energia cuidadosamente filtrada. A Apple obviamente fez um esforço extra para reduzir a interferência eletromagnética, provavelmente para evitar que o carregador interfira com a touchscreen. Quando eu abri o carregador, eu esperava encontrar um design padrão, mas eu o comparei ao carregador da Samsung e a vários outros designs de alta qualidade na indústria, e a Apple vai além desses designs em diversas formas…

O design da Apple garante maior segurança de algumas formas… Os dois pinos superfortes que recebem energia, e o circuito complexo que interrompe o fornecimento de energia no caso de temperatura ou tensão acima do normal. A distância de isolamento entre a [placa de circuito] primária e secundária no carregador da Apple parece ir além do exigido por lei…

Enfim, a Apple parece colocar muita tecnologia em um espaço bem, bem pequeno. É o melhor tipo de engenharia “demais”: ótimo desempenho, incrivelmente seguro, tudo contido em um carregador leve e pequeno.

Mas ele realmente precisa ser tão bom assim? Especialmente dado que a qualidade extra, de acordo com Ken, provavelmente só acrescenta um dólar ao custo dos componentes que outros carregadores usam. O carregador da Apple até justifica um preço maior, mas não muito maior. [Ken Shirriff]